Se você pede impeatchment da Dilma, sinto muito, você é um GOLPISTA!

Isso mesmo, se você acha legitimo pedir o impeatchment da presidenta Dilma só porque discorda da política que ela faz ou por causa do aumenta da gasolina, sinto muito, mas você é um golpista. Tudo bem discordar de um partido trabalhista e que promoveu grandes mudanças sociais, acho válido nas democracias discordar, mas pedir a saída da presidenta é falta de respeito.

O PSDB é um dos partidos que está por detrás desse movimento fascista, apesar de não quererem aparecer, mas todos sabem que o candidato derrotado na eleição do ano passado simplesmente não aceitou a derrota e tenta por vias não democráticas, com a ajuda da mídia suja do Brasil (o PiG = Globo, Folha, Estadão, Editora Abril) e da elite inculta e escravagista tenta voltar ao poder, mas o povo sabe que se existe uma outra alternativa de partido, certamente não é o PSDB (que também está envolvido no petrolão, inclusive com o braço-direito do Aécio como um dos investigados).

Dia 15 não vá para a rua, seja inteligente e no lugar de criticar apenas a Presidenta Dilma, critique os outros políticos, o seu Governador e o Deputado em quem você votou ou mesmo peça a saída de quem REALMENTE está envolvido com a corrupção, como o Renan Calheiros e o Eduardo Cunha, ambos do PMDB e citados na operação Lava-Jato. Não passe vergonha e nem seja massa de manobra da Rede Globo, pare de ler a Veja e não seja enganado pela mídia conservadora-golpista.

A presenta foi ELEITA democraticamente e escolhida pela maioria da população, portanto, aceitem o seu Governo, façam críticas, mas não peça a sua saída e nem a chamem de VACA (como fizeram ontem, em pleno Dia Internacional da Mulher.

IBOPE, Data Folha e Vox Populi são confiáveis?

Dilma venceria no 1° turno, Netinho, o preferido em SP, em 2006  Jacques Wagner (PT) não entraria nem no 2° turno. Em Belém alguém lembra da Valéria Pires Franco que iria para o 2º turno com Duciomar, no entanto, ficou em 3°. Recentemente o IBOPE divulgou pesquisa indicando Jatene como vencedor no 1° turno, o que não ocorreu.

O que faz o IBOPE errar tanto (acima de sua própria margem de erro)? Você conhece ou já foi entrevistado por algum pesquisador do IBOPE? Qual a metodologia utilizada ou quem paga a conta escolhe a metodologia?

É fato que esse tipo de “pesquisa” influencia o eleitor desinformado (a maioria do eleitorado), que se sente motivado a votar em quem está ganhando, daí vem a importância dessas pesquisas encomendadas.

Devemos repensar a real utilidade dessas pesquisas e depositar nenhuma confiança nelas, já que a sua fácil manipulação gera resultados para determinados candidatos.

 

 

Lembre-se disso: o próprio presidente do IBOPE Carlos Augusto Montenegro afirmou várias vezes que a popularidade de Lula não ajudaria a eleger uma sucessora. Diante dos números o mesmo faz mea-culpa “Errei e peço desculpas. Na vida, às vezes, você se engana”, afirmou. “O Brasil já tem uma presidente. É Dilma Rousseff.”

 

Fica a reflexão.