A cidade alagada


Lúcio Flávio Pinto

A preços de hoje, o programa de macrodrenagem das baixadas de Belém saiu por mais de 900 milhões de reais. Dez anos depois de realizado, porém, 20 bairros da sua jurisdição sofrem os efeitos de cheias constantes ao longo do “inverno”, os seis meses de mais chuvas de cada ano. Em alguns casos, o problema se tornou ainda mais grave do que no período anterior à intervenção pública, a maior na história recente da cidade.

O Estado concluiu o programa em 2005. A partir daí, a tarefa passava a ser de competência municipal. Mas o que menos a prefeitura fez a partir daí foi manter o que foi realizado e suprir as lacunas ou mudanças. O prefeito Duciomar Costa passou em frente, a preço de ocasião, numa das muitas transações obscuras que promoveu, a frota de veículos herdada do governo estadual, ainda em plenas condições de uso.

A inércia e…

View original post 148 more words

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s