Mais mortes por terra no Pará


Hoje mais dois camponeses foram vítimas da disputa por terra no Estado do Pará. Maria do Espírito Santo da Silva e José Claudio Ribeiro da Silva foram assassinados no Projeto de Assentamento Agroextrativista Praialta-Piranheira, na comunidade de Maçaranduba, em Nova Ipixuna, sudeste do Pará.

O casal militava pela reforma agrária e defendia a preservação da floresta, denunciando madeireiros da região que insistiam na exploração predatória dos recursos florestais.

Como é comum na região, as vítimas são ameaçadas constantemente e pedem proteção policial, quase sempre mínima e insuficiente. O final é esperado, assim como aconteceu com a missionária Dorothy Stang em Anapu.

E o Governo do Estado? O que fez para evitar mais uma morte?

E ainda querem anistiar desmatadores (no novo Código Florestal) e propagar a ideia de que o crime compensa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s