Belém não tem Livrarias de Qualidade


Belém já teve boas livrarias, como livraria Universal, Dom Quixote, Jinkings, dentre outras, aliás de umas décadas para cá as livrarias deixaram de ser centros de promoção da cultura letrada e da boa leitura para ser tornarem lojas de livros de auto-ajuda e de apostilas para concurso, leitura imediata que vende rápido e dá lucro fácil.

Um bom leitor sempre que chega a uma grande cidade passa na livraria, isso em São Paulo, Brasília, Londres, Paris, Nova York, mas em Belém as poucas livrarias que ainda restam são verdadeiros depósitos de livros de auto-ajuda, de literatura barata, apostilas para concursos, dentre outros impressos. Infelizmente não temos uma FNAC, Saraiva, Livraria Cultura, mas é possível comprar via internet, o que sai bem mais barato que comprar nas livrarias da cidade e por ter variedade de títulos, sem falar nos descontos e frete grátis.

Um exemplo de livraria ruim é a “Newstime” (1° e 2° piso do shopping Pátio Belém e Estação das Docas). Alguns vendedores são pouco gentis, atendem mal, não conhecem o objeto que vendem (no mínimo deveriam saber quem é Machado de Assis, Darcy Ribeiro, José de Alencar, etc), não sabem o que é um conto e nem um romance, só conhecem Paulo Coelho, Augusto Cury, Harry Potter, Dan Brown, dentre outras pérolas da literatura de quinta.

Os livros sempre estão plastificados (só aqui em Belém os livros expostos ficam no plástico), empilhados (em alguns casos em pilhas enormes, quase caindo no leitor), os espaços para circulação são mínimos, ou seja, ninguém consegue ficar muito tempo dentro da livraria sem ser esbarrado por alguém, ou seja, o espaço é pouco acolhedor, sem falar que os livros estão todos misturados, não há sequer divisão por áreas ou temas (achar um livro sem ajuda do vendedor é como procurar uma agulha no palheiro). A única vantagem de comprar nessa livraria é a compra on-line, pois entregam em casa e é bem mais confortável.

Espero que as livrarias de Belém melhorem seus serviços e sejam livrarias de fato. Fica a dica.

PS.: Na loja da Visão existia a Visão Megastore, livraria ampla, organizada, atendimento excelente, mas a mesma foi reduzida e colocada no 2° piso.

A livraria Ifá que funcionava na Mundurucus foi transferida para a Travessa Barão do Triunfo 3174, Bairro do Marco. De todas é a única livraria de fato e que recomendo a visita.

Advertisements

12 thoughts on “Belém não tem Livrarias de Qualidade

  1. Olá,

    Sei que não são os melhores e se comparados aos do restante do país, os sebos de Belém ainda deixam muito a desejar, mas é onde se consegue muitas obras nobres da literatura brasileira.
    Muito boa postagem!
    Parabéns!

  2. É isso aí, amigo. Também compartilho desse seu pesar. Quero lembrar que havia também, ao lada da livraria do seu Jinkings, a livraria do seu Neiro: “A Nossa Livraria de Belém”…

  3. Não defendo a livraria mas é explicável algumas atitudes da loja. Por exemplo, não gosto dos livros “plastificados” mas, num lugar onde não há cultura de leitura, muitas pessoas manuseiam os livros sem nenhum cuidado, sujam… eu não quero comprar um livro todo engordurado e amassado. Quando vou lá, sempre peço para ver os livros e o vendedor rasga o plástico, sem problemas. E descordo quando classificas Augusto Cury como literatura de quinta. Ele compartilha o seu conhecimento com o público simples, usando palavras simples, não tendo interesse de reter o que sabe, como muitos doutores que estudam não para o bem da humanidade, mas só para se exibirem em encontros e palestras de “entendidos”. Toda leitura é válida, desde que se tenha HUMILDADE para desconstruir. Vai do gosto de cada um. Além do que, é a partir de leituras “de quinta” que muitos inciantes tomam gosto por leituras mais profundas. “Não se pode exigir que alguém quem malmente tem acesso ao feijão com arroz aprecie caviar”…

  4. que post estranho! Pouco informativo, quem vem a Belém gostaria de saber ONDE estão as livrarias. Esta crítica vazia, comparando Belém a Nova Iorque< Paris e Londres é despropositada. Porque não comparar com a realidade local, isto é, Manaus, Rio Branco…?

  5. concordo com seu post. Os vendedores são péssimos, não atendem direito, da última vez que fui comprar livros lá, o vendedor não deu a mínima para mim, não quis me atender e me jogou para outro vendedor, justamente para atender clientes “ricos”, senti-me muito humilhado. Apesar de possuir coisas boas, essa livraria tem muitos erros e gostaria que ela melhorasse.

  6. E o tempo passou. Mais de um ano da postagem e nada mudou. Pelo contrario… Sempre que preciso de um livro… Não acho. E mais, em outra livraria ainda dizem “Você pode encomendar. Chega em 7 dias”. Sem falar no preço! Santa compra pela internet. As vezes o livro sai até mais barato, mesmo com o frete. Estou quase convencida de que moramos realmente no “Cafundó”, em uma terra “Tão Tão Distante”… “Onde não mora ninguém. Onde não passa ninguém. Onde não vive ninguém…”, com uma diferença, o autor desta letra sentia-se feliz com o seu lugar. =(
    E por falar nisso… Alguém pode me dizer onde acho o livro “Crime e Castigo” – Col. Leste. Dostoiévski, Fiódor M. / Editora 34??? Por favor! Por favor! Por favor!

  7. Não sei de quando é esse post, mas hoje em dia a Saraiva do Boulevard é uma boa opção de livraria.

  8. essa livraria newstime do patio belém ,e uma livraria onde o cliente so uma obrigação na visão da dinheir pra eles!!! o cliente nunca pode trocar os livros sempre a mesma historia tratando o cliente somente como objeto de consumo somente eles naoestão nem ai se vcestá satisfeito como livro ou não !!!! como nao tem intrutura pra ler os livros na horao cliente compraro livro por impulso quando ler nao satisfaz suas necessidades e resolver trocar mais o gerente nao gosta sempre falar as mesma merdas deveria ter vergonha na cara e valorizar mais o cliente….

  9. O tempo passou e as coisas mudaram sim. A Livraria Saraiva chegou a Belém e é uma excelente livraria, prestigiada em todo o Brasil. A News Time é uma livraria local, mas também é muito boa, sempre tem o que eu procuro, e quando não tem, agente encomenda. Com a inauguração do novo shopping Bosque Grão Pará, chegará a Belém a livraria Cultura ou a FNAC. Estamos bem de livrarias 🙂

  10. Bom, não sei exatamente de quando é o post, hoje a Newstime fechou e de fato ela era uma livraria bem genérica, mas encontrei mais títulos lá do que na Saraiva do Boulevard (a senhora do: “Esse livro só tem por encomenda”) e os atendentes sempre foram muito gentis. Hoje, chego na Saraiva e sou super mal atendida, os atendentes são um bando de adolescentes que se acham descolados e intelectuais o bastante para se sentirem superiores aos clientes, lembro de apenas uma vez ter sido bem atendida e foi na área de cd’s e dvd’s, por isso prefiro comprar pela internet e retirar na loja e convenhamos, qual a livraria que não foi aberta com a intenção de ganhar dinheiro? Por favor!! Não sinto nenhum amor aos livros vindo dessas livrarias e se abrirem uma Livraria Cultura lhe garanto que será a mesma coisa. Agora vejo que você não conhece a livraria da Fox Video na Dr. Moraes, os funcionários conhecem tudo sobre livros, alguns são estudantes de letras e você vai encontrar todo o conforto, títulos, e bom atendimento que procura.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s