IDH: Desigualdade faz Brasil ter índice de “Islíndia”


Elite do país vive com padrão superior ao Islândia, enquanto os mais pobres têm qualidade de vida semelhante à da Índia; pela primeira vez, Brasil aparece no relatório da ONU como o melhor dos Brics, grupo que também inclui a Rússia, a Índia e a China

Na década de 70, o economista Edmar Bacha utilizou o termo Belíndia (mistura de Bélgica e Índia) para descrever a desigualdade brasileira. No relatório deste ano, a ONU confirma que a elite do país vive num padrão até superior ao da média da Bélgica, enquanto os mais pobres se igualam à Índia.

Se fossem considerados apenas os brasileiros que se encontram entre os 20% mais ricos, o país teria IDH superior ao da média da Islândia, país de maior desenvolvimento humano, e seu índice bateria no topo da escala: 1,000.

Já considerando apenas os 20% mais pobres, o IDH do Brasil estaria no mesmo patamar do verificado, na média, para a Índia (0,600).

Analisando apenas a elite, os 20% mais ricos brasileiros chegam a ter um patamar de IDH superior até ao dos 20% mais ricos da Espanha, que não chegam a atingir o topo da escala.

Em compensação, os 20% mais pobres da Espanha têm padrão de desenvolvimento humano próximo ao da média de Cuba, país com IDH de 0,855, o que significa que, na Espanha, os dois extremos se encontram num patamar de alto desenvolvimento humano, fato que não ocorre no Brasil.

O relatório deste ano alerta também que países como Índia e China, que têm verificado forte expansão de sua economia, crescem num padrão de aumento significativo da desigualdade.

Extremos

A Islândia apareceu mais uma vez no Relatório de Desenvolvimento Humano da ONU como país mais avançado, enquanto Serra Leoa foi o país com pior índice.

Neste ano, o Brasil apareceu pela primeira vez como o melhor dos Brics, sigla de Brasil, Rússia, Índia e China usada para designar os países com potencial de se transformar em potências mundiais em 2020.

O relatório da ONU destaca o fato de o Brasil ainda ter níveis de desigualdades altos e de Índia e China estarem crescendo economicamente, mas aumentando sua desigualdade.

A análise dos indicadores IDH mostra ainda que a riqueza nem sempre é compatível com o nível de desenvolvimento humano. Os Estados Unidos, por exemplo, vêm apresentando nos últimos 26 anos avanços pífios em seu IDH.

Comparando apenas o grupo de 75 nações para as quais há dados comparáveis de 1980 a 2006, os Estados Unidos caem da quarta posição no ranking de 1980 para a 14ª em 2006.
(Folha de SP, 19/12)

Fonte: Jornal da Ciência.

Advertisements

One thought on “IDH: Desigualdade faz Brasil ter índice de “Islíndia”

  1. quero saber em que lugar o Brasil esta no idh por favor responder ate quanta feira por que tenho que fazer um trabalho escolar.
    OBRIGADO!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s